PEQUENA ENCICLOPÉDIA DE BERLIM PARA O TURISTA DE LÍNGUA PORTUGUESA
Informações sobre Berlim - Palavras-chave: Chancelaria Federal, Catedral de Berlim, Checkpoint Charlie e o Museu do Muro, Coluna da Vitória, Conferência de Potsdam, Conferência de Wannsee, Currywurst.

C                                 A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M|N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

Café Achteck : Em alguns bairros de Berlim ainda existem os chamados 'urinários octagonais verdes', conhecidos coloquialmente pela alcunha de 'Café Achteck'.

Chancelaria Federal (Bundeskanzleramt) : Está situada no chamado 'bairro governamental', numa das extremidades da fila dos edifícios federais que se estendem ao longo do rio Spree, o Spreebogen. Foi concebida pelos arquitetos Axel Schultes e Charlotte Frank, por terem ganho o concurso que promoveu a realização do projeto. É formado por vários edifícios: o grande edifício executivo e diretivo de nove andares é a parte central do complexo, sendo além disso, acompanhado por duas alas administrativas, cada uma com 5 andares, ao norte e ao sul. O edifício é tido como residência oficial do chanceler desde 30 de abril de 2001.

Carnaval das Culturas : Veja 'Karneval der Kulturen'.

Catedral Alemã (Deutscher Dom) : A Deutsche Dom é um dos edifícios mais impressionantes da capital alemã. Encontra-se diante da catedral francesa, no Gendarmenmarkt. Atualmente, dá lugar ao Museu de História da Alemanha, inaugurado em 1996.

Catedral de Berlim (Berliner Dom) : A Catedral de Berlim é uma igreja evangélica situada na parte norte da chamada Museumsinsel, uma ilha percorrida pelo rio Spree e um canal. A entrada principal é voltada para o Lustgarten, o Jardim de Lazer, uma grande praça popular e freqüentada por muitos passantes. A Catedral de Berlim é um excelente exemplo de arquitetura ostentosa e ornamental do último Imperador da Alemanha, Guilherme II. O projeto data de princípios do século XX (1905). A atual Berliner Dom, porém, carece de alguns elementos ornamentais pertencentes à construção original.

Catedral Francesa (Französischer Dom) : A Catedral Francesa, como a maioria dos edifícios de Berlim, foi destruída durante a Segunda Guerra Mundial. A primeira construção se deu em 1701, tendo sido reformada em 1785 e ganho uma torre com cúpula. A cúpula da catedral, aberta ao público, possui um mirador, onde se pode ter fantásticas vistas de Berlim. No interior encontra-se o Hugenottenmuseum.

Cecilienhof : Veja 'Palácio e parque de Cecilienhof '.

Centros comerciais em Berlim : Veja 'Europa Center, Galeries Lafayette, KaDeWe e Karstadt'.

Centro de Convenções ICC ( Internationales Congress Centrum): Situado no bairro de Charlottenburg, com aproximadamente 25.000 m de superfície é um dos centros de convenções maiores do mundo. Dos edifícios construídos durante o pós-guerra, o ICC é um dos mais valiosos, onde foram investidos 473 milhões de euros. É chamado popurlamente pelos alemães de ''Raumschiff'' (nave espacial), devido a sua forma. É formado por 80 salas, algumas com 9.100 poltronas de moderna tecnologia, que dão lugar a reuniões, congressos e eventos de todo tipo.

Chamäleon : assim se chama um salão alternativo de atividades teatrais, folclóricas e recreativas que se pode ver nas noites dos Hackeschen Höfe. O Chamäleon pode ser definido como uma espécie de 'moderno teatro de revista'.

Charlottenburg : Pertence ao grupo das 8 cidades que em 1929 se uniram a Groß-Berlin (Grande Berlim). Atualmente está integrado no bairro de Wilmersdorf e juntos formam o distrito de Charlottenburg-Wilmersdorf. É justamente nesse bairro onde se encontra o centro-oeste da cidade com as atrações turísticas mais populares e conhecidas dessa região: a avenida Kurfürstendamm, a Gedächtniskirche, o Jardim Zoológico, o Palácio de Charlottenburg, o Centro de Convenções ICC e o Estádio Olímpico.

Checkpoint Charlie e o Museu do Muro : O Checkpoint Charlie era a linha de fronteira por onde eram vigiadas as entradas e saídas de Berlim. Depois da construção do Muro no dia 13 de Agosto de 1961 e na época da divisão de Berlim, havia oito passagens de fronteira entre Berlim Ocidental e Oriental, entre elas o Checkpoint Charlie, um posto militar para o pessoal militar dos aliados, estrangeiros e diplomatas. De acordo com o alfabeto fonético da OTAN, Checkpoint Charlie era o terceiro posto militar: A para Alpha, B para Bravo e C para Charlie. Muita gente quer saber quem é Charlie, e se é esse o nome do rapaz que estampa a fotografia do cartaz. O rapaz do cartaz, foi o último soldado que esteve neste ponto de passagem antes da queda do muro, mas ele não se chamava Charlie.

Hoje, o Checkpoint Charlie é um símbolo da Guerra Fria e uma atração turística. Ao lado se encontra "Das Haus am Checkpoint Charlie", o "Museu no Checkpoint Charlie", que mostra os objetos originais que foram usados para fugir da Alemanha Oriental (RDA) para a Alemanha Ocidental (RFA): carros blindados, pequenos aviões, barcos, balões de ar etc . Painéis, fotos e textos documentam as histórias dos refugiados que arriscaram suas vidas pela liberdade. O museu é o maior acervo de documentos privados vinculado ao Muro de Berlim e à divisão das duas Alemanhas e, em particular, a divisão de Berlim. É o lugar ideal para se informar a respeito das tentativas de fuga que os fugitivos empregaram até a queda do Muro em 1989, há testemunhos de pessoas que viveram pessoalmente os acontecimentos e muitos outros aspectos relacionados à construção e queda do Muro.

Churrasco em Berlim : O ''grillen'' é um dos lazeres favoritos em Berlim. No verão, durante os fins de semana, os berlinenses se reúnem com amigos e familiares nas áreas verdes da cidade, sobretudo em Tiergarten, em frente ao Palácio de Bellevue, e ''enfumaçam'' o céu berlinense.

Cidadela de Spandau (Zitadelle Spandau) : A cidadela de Spandau é uma construção antiga de Berlim que se mantém em pé até hoje. A fortaleza foi construída no século XVII para proteger Spandau, cidade que, naquela época, era independente de Berlim. Durante sua existência foi responsável por ter: uma fábrica de munição durante a Guerra dos 30 anos e um laboratório de defesa contra armas de gás, durante a II Guerra Mundial. Nos últimos anos tem cumprido a função de Museu.

Coluna da Vitória (Siegessäule): A Coluna da Vitória simboliza o triunfo das tropas prussianas contra a França em 1871 e a conseqüente fundação do Império Alemão. Trata-se de uma coluna construída em 1873, em cuja parte superior encontra-se uma estátua dourada representando a Deusa da Vitória. Atualmente está situada no centro de Tiergarten, mas originalmente esteve na Praça Real, em frente ao Reichstag. Depois de subir 283 degraus, encontra-se uma plataforma à 48 metros de altura onde se tem uma vista panorâmica do Tiergarten, do Portão de Brandemburgo, situado no final da Rua 17 de Junho, assim como grande parte da cidade. Veja também 'Goldelse'.

Compras em Berlim : Veja 'Kurfürstendamm, Centros comerciais em Berlim'.

Conferência de Potsdam : Entre 17 de julho e 02 de agosto de 1945, reuniram-se as três potências aliadas, vencedoras da II Guerra Mundial, na Conferência de Potsdam, com o objetivo de definir o futuro de Berlim e da Alemanha, após ter declarado sua rendição semanas antes. Stalin, o líder soviético, Churchill, primeiro ministro britânico, e Truman, presidente americano, decidiram por fim ao nazismo e junto a isso, a desmilitarização, a democratização e a descentralização da Alemanha, assim como a devolução dos territórios ocupados durante a guerra. Nesta conferência foi estabelecida a ordem política e económica da Europa do pós-guerra, que durou até a queda do Muro de Berlim.

Conferência de Wannsee : Na Conferência de Wannsee, realizada no dia 20 de janeiro de 1942, sob a presidência do líder da SS, Reinhard Heydrich, reuniram-se 15 representantes do alto escalão do governo nacional-socialista para discutir e organizar o extermínio dos judeus na Europa, a chamada "solução final". Decidiu-se construir os campos de concentração com o pleno objetivo de levar a cabo o extermínio das raças nao-arianas.

Currywurst : a típica salsicha berlinense, facilmente encontrada nas principais estações de metrô e nas ruas de Berlim, a qualquer hora do dia. É servida num prato de plástico acompanhada por um pão e molho picante de curry.

Aceitar

Usamos cookies. Este site tem alguns cookies que aprimoram a sua experiência de navegação. Ao utilizar o site você concorda com nossa política de cookies e privacidade